RADAR DO MERCADO: Confira o fechamento do mercado em Nova York nesta sexta-feira

Publicado em 21/10/2011 13:57 e atualizado em 21/10/2011 15:38 309 exibições
Segue abaixo o resumo do desempenho do café,  algodão e suco de laranja na Bolsa de Nova York, ICE Futures US, na sessão desta sexta-feira, 21:

CAFÉ: Os futuros nova-iorquinos encerraram com alta superior a 5% e atingiram os patamares mais elevados em três semanas na sessão desta sexta-feira. Os preços ganharam força diante das crescentes preocupações com as fortes chuvas que atingem a América Central, Colômbia e Vietnã, e que poderão afetar a disponibilidade da oferta no curto-prazo. O impulso se concretizou por um movimento de compras por parte de fundos e especuladores. A queda do dólar também influenciou positivamente os preços.

O contrato com vencimento em março/12 encerrou com forte alta de 247,70 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 1305 pontos. Para maio/12, os lotes foram negociados a 248,60 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 1260 pontos.

ALGODÃO: Os contratos futuros do algodão terminaram a sessão de hoje no terreno misto.
Ao longo do pregão, pluma tentou buscar suporte na perspectiva de resolução da crise de débito na Europa. O bom desempenho do petróleo e dos metais preciosos em Nova York trouxeram influência positiva, assim como a queda do dólar, que aumenta a competitividade norte-americana no cenário exportador.

Os contratos com vencimento em dezembro/11foram cotados a 97,17 centavos de dólar por libra-peso, alta de 21 pontos. A posição maio de 2012 caiu 10 pontos, cotada a 95,13 centavos de dólar por libra-peso.

SUCO DE LARANJA: O mercado do suco de laranja reverteu a tendência de alta registrada na maior parte da sessão e encerrou com preços levemente mais baixo, com exceção do contrato janeiro/12.

Ao longo da sessão os preços seguiram o desempenho positivo das demais commodities agrícolas e índices acionários. A expectativa de resultado positivo nas reuniões que ocorrerão no domingo e na quarta-feira com os líderes daUnião Europeia puxaram os mercados externos. A queda do dólar também foi fator de suporte para as cotações.

Os contratos com entrega em janeiro/11 encerraram a 170,00 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 60 pontos. A posição março/12 tem preço de 167,70 centavos de dólar, com valorização de 25 pontos.

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário