Famasul recebe Governo Federal para tratar sobre conflitos fundiários de MS

Publicado em 15/09/2016 08:11
137 exibições

A Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS recebeu, nesta quarta-feira (14), representantes do Governo Federal para uma reunião sobre os conflitos fundiários em Mato Grosso do Sul.  

O encontro aconteceu na sede da entidade, onde o assessor especial da Casa Civil, Renato Vieira, a assessora especial da Secretaria de Governo da Presidência da República, Suzana Oliveira, e o assessor especial do Ministério da Justiça, Agostinho do Nascimento Netto, foram recepcionados pelo presidente da Famasul, Mauricio Saito.  

Na reunião, os representantes do Governo Federal apresentaram uma proposta que poderá viabilizar a definição de procedimentos para a resolução dos casos relacionados aos conflitos fundiários do estado.  

Atualmente, há 122 propriedades rurais invadidas no estado, além de outras sete áreas urbanas em Dourados, conforme levantamento da Famasul. A situação evidencia a insegurança jurídica instalada há décadas em Mato Grosso do Sul, resultante do impasse da questão fundiária e da necessidade de uma solução efetiva.  

Para o presidente da Famasul, a visita é de extrema relevância e aconteceu em um momento oportuno para o setor pro­dutivo. “A rápida resposta às demandas da Federação, com tão pouco tempo de governo, demonstra seriedade e disposição na condução da resolução desse antigo problema que enfrentamos”, afirmou.  

O encontro teve a participação do presidente do Sindicato Rural de Caarapó, Antônio Maran, e de pequenos produtores do município, que estão com suas propriedades rurais invadidas. Participaram, ainda, a procuradora federal Adriana de Oliveira Rocha, e os representantes do INCRA/MS, Humberto Cesar Maciel, Augusto Zottos e Cláudio Roberto. 

Fonte Famasul

Nenhum comentário