Grãos: Tom positivo no financeiro anima mercado em Chicago

Publicado em 13/12/2011 14:29 446 exibições

O mercado de grãos fechou o pregão noturno desta terça-feira registrando leves altas e estendeu o tom positivo para a sessão regular. Na soja, os avanços não chegaram aos 3 pontos. Porém, no pregão diurno, por volta 15h, os principais vencimentos tinham altas de quase 10 pontos. O contrato maio/12 - referência para a safra brasileira - era cotado a US$ 11,41/bushel, com alta de 8,25 pontos.

O principal suporte para os preços veio das incertezas sobre a safra da América do Sul, que pode sofrer com a seca causada pelo La Niña.

Importantes regiões produtoras do Brasil e da Argentina sofrem com a falta de chuvas ocasionada pelo fenômeno climático, fator que estimula especulações sobre uma possível redução no volume de soja ofertado, outro cenário que dá sustentação aos preços.

O mercado se apoia nisso diante de um cenário macroeconômico ainda incerto e também da extrema volatilidade do dólar index. Por conta disso, as altas registradas acabam sendo limitadas. A situação do mercado financeiro ainda é bastante incerta e faz com que os investidores permaneçam cautelosos e avessos aos risco. Porém, hoje o mercado parece seguir por um viés mais positivo, com as principais bolsas de valores operando em alta e ajudando na sustentação das cotações das commodities agrícolas.

No caso do milho e do trigo, segundo analistas, esse quadro no cenário macroeconômico  é o que traz impulso ao mercado. As altas do petróleo e do metais contribuem para o avanço. Além disso, o dia de alta no mercado vizinho da soja também é um fator positivo.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário