Bolsa de Rosário reduz estimativa para safra de soja da Argentina

Publicado em 03/04/2012 15:54 535 exibições
As estimativas para a safra de soja da Argentina foram novamente reduzidas. Dessa vez, foi a Bolsa de Grãos de Rosário que diminuiu sua projeção para o país para 43,1 milhões de toneladas na safra 2011/12. A redução foi de 1,4 milhão de toneladas. 

A quebra na produção argentina se deve a uma forte estiagem causada pelo La Niña e que castigou as plantações de soja em dezembro e janeiro. As condições climáticas reduziram drasticamente a produtividade e e fez com que muitos sojicultores estendessem o plantio. Isso quer dizer que, por ter sido plantada mais tarde, parte da safra ainda está se desenvolvendo, e por isso, mostra-se vulnerável ao frio. Até julho, ainda poderá ser boa parte da oleaginosa nos campos. Agora, os produtores colhem a soja precoce. 

Atualmente, a Argentina é o terceiro maior exportador mundial de soja em grão e lidera os embarques de óleo de soja. Por conta dessa baixa na colheita do país, e também em função das perdas no Brasil, segundo maior exportador da oleaginosa, os preços da commodity dispararam no mercado internacional. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário