Publicidade

Oil World: Embarques de soja do Brasil podem atrasar nos próximos meses

Publicado em 05/12/2012 15:31 680 exibições
O Brasil, segundo uma nota divulgada pela Oil World, deverá passar os Estados Unidos na posição de maior exportador mundial de soja, porém deverá enfrentar problemas de atraso nos embarques de sua produção. 

A escassez de caminhões no país deverá se desenvolver mais expressivamente durante os meses de abril e maio, quando os embarques de soja começam a competir com a entrada da colheita de cana-de-açúcar, afirmou a consultoria alemã. Com isso, até que aconteça a entrada da nova safra da América do Sul, os estoques norte-americanos de soja poderão ter se esgotado e o espaço de alívio para os importadores sulamericanos será pequeno. 

"Muitos observadores se questionam sobre se os esperados volumes recordes da safra da América do Sul no tempo necessário. Por conta do afastamento de importantes regiões produtoras, ops caminhões são essenciais para que as soja chegue até os portos. Portanto, longos períodos de espera dos navios nos portos serão bem comuns no início do ano que vem, bem como o atraso para a chegada produto nos países importadores", disse a Oil World.

A projeção da consultoria é de que o Brasil produza 81 milhões de toneladas. Ainda de acordo com o relatório da Oil, as condições de falta de chuvas em importantes regiões do país deverão ser acompanhadas bem de perto, bem como as condições climáticas na Argentina, que vem sofrendo com o excesso de chuvas. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário