Indústrias chinesas podem diminuir em 20% demanda por alimentos com gripe aviária

Publicado em 18/04/2013 14:00 537 exibições
A demanda por alimentos da indústria avícola chinesa pode cair 20% no segundo semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado em função do surto de gripe aviária, informou a empresa Shanghai JC Intelligence à agência Bloomberg. 

Segundo a Associação Pecuária Chinesa, desde o início de março, o vírus H7N9 já matou 17 pessoas na China e levou prejuízos de US$2,7 milhões para as indústrias avícolas com o menor consumo de frango. Após o pedido do governo chinês para que a população evite contato com animais vivos, as vendas de produtos como milho e farelo de soja caíram 70% desde o final de março. 

De acordo com a China National Grain & Oils Information Center o surto já diminuiu drasticamente o interesse na criação de aves no país. A demanda por alimentação pode diminuir em 4,4 milhões de toneladas, incluindo 2 milhões de toneladas de milho, caso o surto se estenda até maio. 

Com informações Agência Bloomberg
Tags:
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário