Soja: Mercado tenta recuperação e volta a subir em Chicago

Publicado em 14/08/2013 12:00 e atualizado em 14/08/2013 12:51
1826 exibições

Ainda registrando intensa volatilidade, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago voltaram a subir e, por volta das 11h (horário de Brasília), o mercado registrava ganhos de 4 a 5,50 pontos nos principais vencimentos. 

O contrato agosto, que já tem seus negócios encerrados amanhã, no entanto, tem alta de mais de 16 pontos refletindo a pouca oferta disponível norte-americana. 

O mercado, segundo analistas, ainda reflete, em partes, os últimos números trazidos pelo relatório de oferta e demanda divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) na última segunda-feira (12). O boletim trouxe números menores para produção, produtividade e estoques da nova safra norte-americana, com as revisões ficando acima das projeções do mercado. 

Além disso, depois da intensa realização de lucros apresentada ontem pelo mercado, os investidores tentam recuperar parte dessas perdas, buscando um melhor posicionamento antes de definições mais concretas sobre os resultados da temporada 2013/14 dos Estados Unidos. 

Outro fator que estimula o avanço das cotações em Chicago é o anúncio da venda de 110 mil toneladas de soja dos EUA para a China com entrega para o novo ano comercial. 

"O mercado registrou uma forte realização de lucros com os fundos atuando, e teve ainda a desmobilização dos prêmios nos EUA com a falta de interesse de safra velha, o que gerou demanda de safra nova pela diferença de preço na época. Os Estados Unidos ja comercializaram em torno de 17 milhões de soja para exportação da safra nova do total de umas 39,5 milhões que são estimadas de uma safra de 93,1 milhões. Porém, a safra pode diminuir uns 5 milhões de toneladas, e o cenário se aperta", explica o analista do SIM Consult, Mauricio Correa. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário