Soja opera com forte queda em Chicago nesta sexta-feira

Publicado em 11/10/2013 12:34
1447 exibições

Nesta sexta-feira (11), os futuros da soja voltaram a recuar no mercado internacional e, por volta de 12h20 (horário de Brasília), os principais vencimentos perdiam mais de 14 pontos no pregão regular. O contrato novembro, referência para a safra dos EUA, era cotado a US$ 12,70, perdendo 17,50 pontos. 

O mercado ainda segue precificando as notícias de rendimentos acima das expectativas no Meio-Oeste americano, além da falta de novidades que possam dar suporte aos preços. O governo norte-americano segue paralisado e as informações do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) não têm sido divulgadas, o que tira o referencial dos negócios. 

“Sem informações do USDA, o mercado fica praticamente parado. As movimentações são muito pequenas, pois está todo mundo no escuro e os investidores trabalham na defensiva", explica o diretor do SIM Consult, João Birkhan. 

Ao mesmo tempo, há ainda a apreensão do mercado e dos investidores frente a um possível calote por parte do governo dos EUA também faz com que estes busquem ativos de menor risco, se afastando de ativos mais arriscados como as commodities agrícolas. 

Além disso, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA apresentou proposta para redução da mistura de etanol na gasolina de 13,8 para 13 bilhões de galões no ano comercial 2014/15, outro fator negativo para os preços do milho.

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário