Soja: cotações em Chicago se recuperam com boas exportações semanais

Publicado em 27/12/2013 17:01 1619 exibições

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago fecharam o pregão desta sexta-feira (27) com as cotações em alta. Os negócios tiveram recuperação depois das quedas de dois dígitos registradas nas cotações da última quinta-feira(26), amparados pelo bom resultado das exportações semanais dos Estados Unidos, no topo da média das expectativas do mercado. O contrato Jan/14 fechou cotado a US$13,31/bushel com alta de 12,75 pontos. Mar/14 subiu 8,5 pontos negociado a US$13,13/bushel e o vencimento maio encerrou muito próximo dos US$13,00/bushel , com alta de 8,25 pontos finalizando o dia em US$12,98/bushel. 

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA)  divulgou os números referentes às exportações semanais encerradas em 19 de dezembro que tiveram um incremento em comparação à semana anterior . As exportações líquidas de soja, ficaram em 720.200 toneladas. Na semana anterior esse total havia sido de 415.500 toneladas. O principal comprador foi a China , que adquiriu 517.700 toneladas. São as vendas da safra velha 2013/14.

Para a temporada 2014/15, safra nova nos EUA, os números vieram um pouco abaixo da semana anterior e ficaram em 68.100 toneladas na semana encerrada em 19 de dezembro. Uma semana atrás o total exportado havia sido de 80.200 toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. 

A Bolsa em Chicago também repercutiu o desempenho positivo das vendas líquidas norte-americanas de milho. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada  2014/15, que tem início no dia 1o de setembro, ficaram em 509.200 toneladas na semana encerrada em 19 de dezembro, contra 45.200 toneladas na semana anterior. O principal destino foi o Japão, com 463.000 mil toneladas. 

As vendas  para a temporada comercial 2013/14, ficaram em 1.478.500 toneladas na semana encerrada em 19 de dezembro, contra 827.100 toneladas na semana anterior. O principal destino foi o Japão, com 311.500 mil toneladas.

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Liones Severo Porto Alegre - RS

    Hoje foram divulgadas as vendas de soja para exportação norte-americanas e dos 40,140 milhões de toneladas destinadas para exportação até 31 de agosto de 2014, faltam apenas 379.000t para se esgotar. Um fato inédito na história do suprimento de soja dos Estados Unidos. Mais uma vez não se confirmou o cancelamento de compras de soja pelos chineses. Considerando que as vendas de hoje são datadas até 19 de dezembro é muito provável que até o final deste mês os norte-americanos não tenham mais soja para exportar (tabela na coluna calendário desta página).

    O milho esta com um cenário muito semelhante ao da soja. Do total destinado para a exportação de 36,830 milhões de toneladas, as vendas já somam 28,582 milhões de toneladas, sobrando apenas 8,248 milhões de toneladas para se esgotar o excedente exportável com vencimento em 30 de setembro de 2014. Não resta dúvidas que o consumo mundial de milho aumentou consideravelmente e os produtores brasileiros poderão vender milho safrinha com melhores preços em 2014.(fonte: SimConsult)

    0