Grãos: Mercado começa semana de forma tranquila na CBOT

Publicado em 13/01/2014 06:49 1040 exibições

A semana começa com pouca movimentação no mercado internacional da soja. As posições mais negociadas, por volta das 7h50 (horário de Brasília), trabalhavam com um pequeno recuo, com exceção do primeiro vencimento, janeiro/14, que registrava alta de 2,75 pontos e era negociado a US$ 13,06 por bushel. 

O mercado parece ainda sentir o reflexo dos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e continua a buscar uma direção nesta segunda-feira nos negócios na Bolsa de Chicago. O órgão trouxe um pequeno aumento das exportações dos EUA e manteve seus estoques finais, porém, por outro lado, aumentou a produção e a produtividade locais. Além disso, aumentou também a produção de soja do Brasil em 1 milhão de toneladas. 

Apesar disso, a demanda segue presente entre os negócios e ainda atua como importante pilar de sustentação para os preços, principalmente no mercado internacional. 

Já no mercado do milho, as cotações registravam pequenas altas depois do intenso rally de alta da última sexta-feira (10), o maior desde agosto. O departamento norte-americano trouxe números menores tanto para a produção quanto para os estoques finais do cereal nos EUA, além de aumentar o volume para a produção de etanol. 

As informações foram muito bem recebidas pelo mercado que, somente no vencimento março/14, subiu 5%. Para o analista de mercado Carlos Cogo, se encerrou, na sexta-feira, um ciclo de previsões de baixa para o mercado do milho. 

Leia mais:

>> Soja e milho fecham em campo positivo com dados altistas do USDA

>> USDA: Exportação de soja maior e estoque de milho menor nos EUA

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário