Soja: mercado sente pressão sazonal da América do Sul e recua

Publicado em 30/01/2014 12:03 842 exibições

Com moderadas perdas, o mercado da soja registra mais uma sessão de pouca movimentação na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (30). Segundo informações da agência Reuters, os preços da oleaginosa, com essa baixa, registram seu menor patamar em mais de dois meses. 

Analistas afirmam que esse recuo das cotações reflete uma pressão sazonal sobre os negócios com o desenvolvimento da safra da América do Sul, apesar de alguns problemas pontuais com o clima tanto no Brasil quanto na América do Sul.

"Nós deveremos ver um aumento da disponibilidade do abastecimento sulamericano que irão aliviar a tensão no curto prazo", disse um analista internacional à Bloomberg. Dessa forma, os importadores mundiais deverão, cada vez mais, voltar suas atenções aos produtos brasileiro e argentino em detrimento dos Estados Unidos, onde já uma escassez de soja. 

Assim, os sinais são de que a demanda continue aquecida, porém, com os compradores trocando sua origem de soja. Paralelamente, compras de soja por parte dos EUA no Brasil também podem acontecer mais adiante, para que os norte-americanos possam cumprir seus compromissos. 

A projeção do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) para as exportações da temporada 2013/14 do país eram de 40,69 milhões de toneladas e há muito já foi superada. Nesta quinta-feira, em seu boletim de exportações semanais, foram reportadas as vendas, na semana que terminou no dia 23 de janeiro, de mais de 400 mil toneladas da temporada atual. 

"A demanda existe, é isso que tem dado sustentação ao mercado. A China vai comprar mais soja do que nos anos anteriores e em função dessa expectativa de que os EUA venham buscar soja aqui na América do Sul é que o mercado está sinalizando preços melhores para março e abril", explica Leonardo Mussury, analista de mercado da Bocchi Administradora de Negócios. 

No link abaixo, veja a íntegra da entrevista de Leonardo Mussury:

>> Leonardo Mussury - Mercado de Grãos 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário