Soja: Mercado opera com volatilidade em Chicago nesta 5ª feira

Publicado em 03/04/2014 13:47 1031 exibições

O mercado internacional da soja opera com volatilidade no pregão regular desta quinta-feira (3) na Bolsa de Chicago. Os preços da oleaginosa já chegaram a registrar altas de dois dígitos mais cedo, recuaram, e, por volta das 13h40 (horário de Brasília), os primeiros vencimentos subiam entre 4 e 6 pontos, com o contrato maio/14 valendo US$ 14,67 por bushel. 

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe seu novo boletim semanal de exportações e indicou as vendas da safra 2013/14 em 66,2 mil toneladas. O boletim não trouxe informações de movimentos de washouts (troca de origem), como vinha sendo esperado pelo mercado, indicando que a demanda pelo produto norte-americana ainda se mantém firme. 

O foco do mercado nesse momento ainda tem sido os fundamentos positivos, principalmente frente à severa escassez de soja nos Estados Unidos. As exportações passam de 44 milhões de toneladas, os embarques de 40 milhões e a última estimativa do USDA era de exportações de 41,6 milhões de toneladas. Além disso, os estoques finais foram estimados em pouco mais de 3,8 milhões de toneladas, níveis considerados historicamente baixos. 

Diante dessa situação, Vlamir Brandalizze, consultor da Brandalizze Consulting, afirma que caso não haja um ajuste desses números ou washouts não sejam confirmados, os estoques dos EUA se aproximarão de zero e as importações norte-americanas de soja deverão ser bastante elevadas, principalmente em seu período de entressafra, com pico em meados de maio. 

"Em princípio, para resolver o quadro de oferta e demanda, eles teriam que aumentar as importações no mercado da América do Sul - Brasil e Argentina - ou recomprar essas posições que ainda não foram embarcadas para equalizar o quadro. Mas, como os embarques estão muito acelerados, talvez não haja tempo para recomprar esses volumes", diz. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário