Aperto nas margens com soja na China são de curto prazo, diz CEO da Bunge

Publicado em 25/04/2014 12:43 936 exibições

As margens apertadas com o esmagamento de soja na China, que têm até levado a cancelamentos de compras do grão exportado pelo Brasil, são de curto prazo e devem se normalizar em dois ou três meses, projetou o presidente da Bunge, uma das maiores empresas do agronegócio global.

Leia a íntegra na Reuters

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário