Soja: Mercado busca direção e opera em campo misto na CBOT

Publicado em 15/05/2014 12:41 1120 exibições

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) operam em campo misto nesta quinta-feira (15). Em sessão volátil, as principais posições da commodity já exibiram ganhos, mas recuaram e, por volta das 12h03 (horário de Brasília), os primeiros contratos exibiam leves quedas entre 4,75 e 5,75 pontos, já os mais longos registravam ligeiros ganhos entre 0,50 e 2,25 pontos. O vencimento julho/14 era negociado a US$ 14,82 por bushel.

Segundo analistas, o mercado ainda busca um direcionamento. No curto prazo, a oferta restrita nos EUA, juntamente com a demanda aquecida pelo produto norte-americano são fatores positivos aos preços. Nesta quinta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou as vendas de soja para exportação em 73,6 mil toneladas até o dia 8 de maio.

O número representa um crescimento de 80% em relação à última semana, na qual, as vendas totalizaram 40,8 mil toneladas. Do mesmo modo, as vendas da safra 2014/15 registraram um expressivo aumento e passaram de 14,2 mil toneladas para 324,7 mil toneladas no mesmo período.

E as projeções da Oil World apontam para um crescimento das importações de soja por parte da China já no mês de maio. A expectativa é que o volume comprado pelo país alcance 7,4 milhões de toneladas, contra 6,5 milhões de toneladas adquiridas em abril. Até o final da safra 2013/14, a nação asiática deverá adquirir 70,7 milhões de toneladas da oleaginosa.

Em contrapartida, em longo prazo, a projeção de aumento na safra norte-americana e consequentemente nos estoques são fatores negativos para os vencimentos mais longos. Ainda assim, analistas acreditam que as estimativas foram otimistas e ainda é preciso acompanhar o avanço do plantio no país e as condições das lavouras.

Até o último dia 11 de maio, a semeadura do grão alcançou 20% da área projetada para a temporada 2014/15. Na última semana, o plantio estava completo em apenas 5% da área. Ainda nesta quinta-feira, o USDA reportou a venda de 120 mil toneladas de soja para a China. O volume deverá ser entregue na safra 2014/15.

 

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário