Soja: Mercado aguarda números do USDA e opera com volatilidade

Publicado em 10/07/2014 12:18 1854 exibições

O mercado internacional da soja opera com volatilidade nesta quinta-feira (10). Os futuros da oleaginosa voltaram a subir na Bolsa de Chicago, após uma longa sequência de perdas consecutivas, porém, não conseguiu se manter do lado positivo da tabela. 

Os ganhos, no entanto, ficaram menos expressivos em relação aos registrados no início do dia, que superavam os 10 pontos. Assim, por volta das 11h50 (horário de Brasília), os principais vencimentos subiam entre 1,25 e 6,50 pontos, com exceção do agosto que, cotado a US$ 12,46, perdia 0,50 ponto no mesmo momento. Porém, pouco depois do meio-dia, os preços voltaram a registrar um ligeiro recuo. 

Ao chegarem em seus níveis de suporte, ou seja, os menores esperados pelos analistas, as cotações voltaram a subir, em um movimento de correção técnica, que faz parte da tentativa dos investidores de se posicionarem melhor antes da divulgação do novo relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Nesta sexta-feira (11), a instituição atualiza seu boletim e os números, como sempre, são esperados com ansiedade pelos traders. 

As expectativas para os estoques finais da safra 2013/14 é de que o volume estimado pelo USDA fique em torno de 3,5 a 3,6 milhões de toneladas. Em junho, foram projetadas 3,4 milhões. Já para a safra nova, as expectativas são de que os números do departamento americano saltem de 8,85 milhões, estimadas em junho, para algo em torno de 10 a 11 milhões de toneladas. Para a colheita da temporada 2014/15, espera-se um incremento de 98,93 milhões para 103,12 milhões de toneladas de soja. 

São essas expectativas e, portanto, incertezas antes da divulgação do novo relatório, que tiram o direcionamento do mercado, fazendo com que os negócios caminhem de lado, sem movimentos muito expressivos. 

Exportações dos EUA

Nesta quinta-feira, porém, o USDA trouxe seu novo boletim de exportações semanais informando que, na semana que terminou no dia de 3 de julho, os Estados Unidos venderam mais 56,3 mil toneladas, um volume 39% superior ao registrado na semana anterior. O acumulado no ano, assim, subiu para 45.572,3 mil toneladas, contra a última estimativa do USDA para todo o ano de 43,550 mil toneladas. Da safra 2014/15 foram vendidas 526,5 mil toneladas, contra 431,2 mil da semana anterior. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário