Clima deve beneficiar produção de soja em Lucas do Rio Verde (MT)

Publicado em 07/10/2016 14:39
212 exibições
Agricultores da região esperam por chuvas regulares até o final do ano para o desenvolvimento da cultura

São Paulo, 07 de outubro de 2016 - Ainda é muito cedo para afirmar, mas os produtores de soja do Mato Grosso estão otimistas com a próxima safra. Depois de um grande período de seca, voltou a chover no estado, favorecendo a fase inicial da cultura. A ocorrência de pancadas de chuva na região melhoraram os níveis de umidade no solo.

A chuva não atingiu toda a região de forma homogênea, por isso muitos produtores ainda aguardam para iniciar o plantio. De acordo com a Climatempo, há previsão de pluviosidade em Mato Grosso até a próxima terça-feira (11), o que deve beneficiar o desenvolvimento das lavouras semeadas.

Em Lucas do Rio Verde, aproximadamente 25% da área total já foi plantada e se o clima continuar favorável, os resultados devem ser positivos. “Ainda não se sabe se vai favorecer a produção, mas a princípio a condição é boa e a planta já está germinando”, explica Carlos Alberto Simon, presente do sindicato rural da cidade.

A relação entre a soja e o clima é bem simples. Sem água, a cultura não se desenvolve. É ideal chover regularmente, pelo menos uma vez por semana, junto a temperaturas amenas. Se a pluviosidade continuar até o final do ano, as chances de uma boa safra são grandes, mas também é preciso ficar atento ao manejo. “Às vezes, o clima é favorável, mas podem surgir pragas na lavoura”, conta Simon.

De acordo com Alexandre Nascimento, meteorologista da Climatempo, a previsão para os próximos quinze dias indica chuvas irregulares sobre toda a região Centro-Oeste. A tendência é que o regime de pluviosidade só se torne regular no início de novembro.

Fonte: Climatempo

Nenhum comentário