Michael Cordonnier mantém estimativas para safras de soja e milho da América do Sul

Publicado em 18/10/2016 14:30 e atualizado em 18/10/2016 19:13
770 exibições

O consultor Dr. Michael Cordonnier, que analisa os números das safras da América do Sul, manteve suas estimativas estáveis para a soja e o milho do Brasil e da Argentina nesta semana.

De acordo com a análise de Cordonnier, o plantio de soja no Brasil está em 17%, sendo que a média para o período é de 16%. Já para o milho, o plantio está bem acima da média, com 60% de área plantada - a média é de 45%. O momento também é de uma situação climática instável no Brasil - neste momento, o sul do Brasil enfrenta o clima chuvoso, com previsão de mais precipitações, ao mesmo tempo em que o centro do país encontra condições quentes e secas.

Para a safra de soja, Cordonnier mantém uma previsão neutra a respeito do crescimento, sem grandes alterações. Para a cultura do milho, no entanto, este cenário muda, uma vez que a área plantada ainda está com seu rendimento a ser definido, sendo assim uma grande incógnita no Brasil.

O cenário da Argentina, de acordo com o consultor, é bastante parecido. O plantio de soja, no entanto, está apenas começando. Enquanto isso, 32% da safra de milho está plantada, o que representa três pontos acima da média de plantio para esta época do ano. Para Cordonnier, a área total de milho ainda tem potencial de crescimento nos números, uma vez que a janela de plantio está aberta por quatro meses.

Confira as estimativas das safras de soja e milho da América do Sul de acordo com Michael Cordonnier:

 

Estimativas para a soja da safra 2016/17 de acordo com o consultor Dr. Michael Cordonnier
Estimativa
Máximo
Mínimo
2015-16

em milhões de toneladas

Brasil

101.0
104.0
97.0
95.5
Argentina
58.0
60.0
56.0
56.0
Paraguai
9.1
10.0
8.5
9.0
Bolivia
3.1
3.5
2.7
3.0
Uruguai
3.0
3.5
2.7
2.0
Total
174.2
181.0
166.9
165.5

 

Estimativas para o milho da safra 2016/17 de acordo com o consultor Dr. Michael Cordonnier

Estimativa
Máximo
Mínimo
2015-16

em milhões de toneladas

Brasil

83.0
88.0
78.0
66.0
Argentina
35.0
38.0
32.0
27.0
Paraguai
3.2
4.0
2.7
3.1
Bolivia
0.7
1.0
0.6
0.7
Uruguai
0.4
0.6
0.3
0.4
Total
122.3
131.6
113.6
97.2

Os números apontados por Cordonnier para a safra de soja brasileira estão de acordo com as estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que trazem uma projeção de 101,8 a 104 milhões de toneladas, com crescimento de até 6,7% a 9% na produção. Para o milho, os números também estão próximos. A Conab estima uma colheita entre 82,2 e 83,8 milhões de toneladas.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em seu último relatório, estimou a safra de soja do Brasil em 102 milhões de toneladas, contra 101 milhões de setembro. Para o milho, a produção brasileira do cereal passou de 82,5 milhões para 83,5 milhões de toneladas.

Ainda segundo o USDA, a safra argentina de milho foi mantida em 36,5 milhões.

Por Izadora Pimenta, com informações do ProFarmer
Fonte Notícias Agrícolas

2 comentários

  • leandro frizzo São Miguel das Missões - RS

    O grosso da lavoura nem foi semeado ainda, efeitos climáticos sinalizando danos a produtividade e os caras fazendo estimativas a maior, sem deduzir perdas já existentes.

    0
  • Carlos William Nascimento Campo Mourão - PR

    "Michael Cordonnier mantém estimativas para safras de soja e milho da América do Sul" -- Qual a metodologia utilizada? Vem um cara lá dos confins da terra, solta um número e todos dizem amém? Sem divulgar a metodologia ,´pra mim isso é chutômetro financiado.

    leandro frizzo postou um novo comentário na notícia Michael Cordonnier mantém estimativas para safras de soja e milho da América do Sul: "O grosso da lavoura nem foi semeado ainda, efeitos climáticos sinalizando danos a produtividade e os caras fazendo estimativas a maior, sem deduzir perdas já existentes".

    1
    • ROBERTO CADORECRUZ ALTA - RS

      Este mesmo senhor, em junho deste ano, fazia previsões para a safra americana. Passaram-se 4 meses, e segundo meus rápidos cálculos, ele errou em 8%, isto é, previu uma safra 8% menor. Ele errou!

      0