Soja: Alta do dólar e chuvas na Argentina favorecem vendas brasileiras

Publicado em 14/11/2016 10:48
150 exibições

As frequentes chuvas em regiões produtoras de soja na Argentina têm deixando produtores daquele país atentos quanto a um possível atraso no cultivo da oleaginosa. Esse cenário, somado a forte alta do dólar na última semana, elevou o interesse de produtores brasileiros em negociar o volume remanescente da safra 2015/16 e parte da temporada 2016/17.

Assim, os preços da soja subiram em muitas regiões brasileiras nos últimos sete dias. Entre 4 e 11 de novembro, o Indicador da soja Paranaguá ESALQ/BM&FBovespa, referente ao grão depositado no corredor de exportação e negociado na modalidade spot (pronta entrega), no porto de Paranaguá (PR), subiu 3,19%, fechando a R$ 78,93/saca de 60 kg na sexta-feira, 11.

A média ponderada da soja no Paraná, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, fechou a R$ 76,21/saca 60 kg na sexta-feira, aumento de 3,9% no período.

Tags:
Fonte: Cepea

0 comentário