Agricultores aproveitam a volta da chuva para plantar soja no TO e MA

Publicado em 21/11/2016 06:32
92 exibições

Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia: as iniciais desses quatro estados formam a palavra Matopiba, uma região agrícola em expansão no Brasil. Na última safra, ela sofreu com a estiagem e a esperança dos agricultores, agora, é recuperar os prejuízos.

Maranhão

A chuva é sinal de alívio para os agricultores que não perderam tempo e colocaram as máquinas plantadeiras no campo.

Na região sul do Maranhão, a janela ideal para o plantio da soja começa na primeira semana de novembro e vai até os primeiros dias de dezembro, mas este ano, a chuva chegou mais cedo e muitos agricultores anteciparam o plantio.

A soja plantada na primeira semana de outubro está se desenvolvendo bem. A ordem é tentar se recuperar dos prejuízos com a safra passada, que foi prejudicada pela estiagem. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento, a produção caiu mais de 40%.

Agora, com a volta da chuva, o agricultor Tiago Brunetta está mais animado. Ele plantou 2,7 mil hectares no município de Balsas e espera uma produtividade superior a 50 sacas por hectare.

A região sul do Maranhão deve cultivar 700 mil hectares, 5% a mais que na safra passada. Segundo a Conab, se as previsões de chuvas regulares se confirmarem, a produção de soja deve crescer 80% se comparada com a safra passada.

Essa é esperança dos agricultores, que ainda tentam negociar as dívidas com os bancos e as empresas multinacionais que financiam a produção.

Tocantins

Em uma fazenda em Porto Nacional, região central do Tocantins, as máquinas trabalham em ritmo acelerado. O produtor João Trombini está plantando soja em uma área de 1,7 mil hectares, a mesma da safra passada.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - Globo Rural.

Fonte: G1 - Globo Rural

0 comentário