Uruguai segue exportando soja para a Argentina; por sua vez, Brasil e Paraguai aprovam nova soja transgênica

Publicado em 06/12/2016 08:58
399 exibições

O Uruguai realizou seu primeiro embarque do Porto de Montevideo por meio da nova empresa Naviport; por outro lado, Brasil e Paraguai devem aprovar, nos próximos meses, uma soja transgênica, da qual a Argentina teme a entrada por meio de contrabando.

Os portos do litoral do Uruguai já haviam despachado anteriormente embarques de soja para consumo com destino para a Argentina, mas, recentemente, o porto de Montevideo fez seu primeiro envio que, segundo o jornalista Emilio Cazalás, deve alegrar o país por algumas razões fundamentais.

A primeira tem a ver com o excelente trabalho de embarque, no qual quatro navios foram embarcados simultaneamente. A segunda, por sua vez, é que o frete desempenhado pela empresa Naviport abre novas oportunidades de negócios e desenvolvimento para o comércio exterior do país, mostrando maior capacidade dos portos.

Brasil, Paraguai e a soja transgênica

Nos outros países do Mercosul, uma nova variedade de soja transgênica está em debate. Brasil e Paraguai devem aprovar, nos próximos meses, uma nova tecnologia da Monsanto. Os argentinos temem, porém, que essa soja chegue ao seu país por meio de contrabando.

A soja a ser aprovada é a Xtend, que é resistente ao herbicida Dicamba.

A Monsanto havia planejado lançar essa soja na Argentina, mas diferenças com o governo e com instituições rurais fizeram com que a empresa desistisse desse objetivo. Agora, o foco são os dois países.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
Todoelcampo.com.uy

0 comentário