Soja ameniza baixas em Chicago, mas segue operando em campo negativo na tarde desta 4ª feira

Publicado em 14/12/2016 07:05
1895 exibições

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago seguem atuando do lado negativo da tabela nesta quarta-feira (14), porém, o mercado vem minimizando as baixas registradas entre os principais contratos. Por volta das 15h10 (horário de Brasília), as posições mais negociadas perdiam entre 1,25 e 3,25 pontos, com o janeiro/17 valendo US$ 10,26 e o maio/17, referência para a safra do Brasil, com US$ 10,45 por bushel. 

De acordo com analistas internacionais, o mercado internacional passa a ser pressionado pelas melhores condições de clima na Argentina, com a chegada de algumas chuvas em importantes regiões produtoras do país. As previsões, portanto, acabam tirando parte do prêmio de risco climático que vinha sendo construído no mercado. E a chegada dessas precipitações é ainda mais importante neste momento, uma vez que as temperaturas começam a se mostrar mais altas e, já neste final de semana, podem superar os 37ºC, ainda segundo as últimas previsões.

Já no Brasil, as condições de clima são muito favoráveis e permitem um bom desenvolvimento das lavouras em praticamente todas as áreas e os problemas são pontuais e limitados nesta temporada 2016/17. 

A demanda, por outro lado, se mantém no radar dos traders e ainda atuando como suporte para as cotações na CBOT. A demanda interna norte-americana, inclusive, segue também forte e contribuindo como outro fator de sustentação para a commodity. As margens de esmagamento são positivas no país, o consumo de derivados é bom e também permite um fôlego dos negócios na CBOT. A confirmação desse quadro deverá chegar no novo reporte mensal da NOPA (Associação Nacional dos Processadores de Oleaginosas dos EUA). 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

>> Soja: Após boas vendas, mercado brasileiro perde o ritmo com dólar em queda e Chicago estável

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

    Pois é, andaram papagaiando que o preço da soja iria para US$ 12 o bushel agora em dezembro... Hoje não passa de US$ 10,22... só para lembrar: o preço interno em reais está abaixo do valor quando começamos o ano... teve um que disse que o dólar iria para as nuvens... e agora José??!!... não torço para o preço baixar, mas, sem fato novo, a cotação vai rodar entre 8,5 a 10,5 US$/buschel, por muito tempo... fundamentos: a safra brasileira aponta para produção recorde... a Argentina tem alguns porens, mas se a safra Argentina mudar para melhor, os preços tenderão a ficar mais perto de US$ 8,5... senão, o contrario, mais perto de 10,5 US$/buschel...

    12
    • beto palotina - PR

      Vamos torcer q o sr. Esteja errado ne

      2
    • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

      Caro Beto....também gostaria de estar errado...mas vejo o mercado desta forma e se fizesse diferente estaria igual ao DAUD...escrevendo o que gostariam de ler...

      7