Safra 2016/2017 será “boa” para Mato Grosso, mas apertada em termos de ganhos

Publicado em 15/12/2016 07:18
367 exibições

A safra 2015/2016 é considerada pelo setor produtivo como um ciclo “fora da curva”, bem como todo o ano de 2016. As projeções para a safra 2016/2017 apontam crescimento de produção, porém a tendência é de margem apertada, principalmente diante possíveis cotações menores e a falta de recurso na hora do plantio com os bancos mais restritos.

As perspectivas para Mato Grosso na safra 2016/2017 para a soja são de 30,5 milhões de toneladas. Volume este acima das 27,8 milhões colhidas no ciclo passado. Já no milho um salto de 18,90 milhões de toneladas para 25,04 milhões e no algodão de 900 mil toneladas para 1 milhão de toneladas. No caso da pecuária a tendência é de crescimento no estoque de bovinos machos, independente dos abates crescerem ou não.

O ano de 2016, na avaliação do presidente do Sistema Famato/Senar e do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Rui Prado, foi “um ano ímpar” sem precedentes no agronegócio, onde se teve quebra nas duas safras (soja, milho e algodão) e confinamento desestimulado com ração mais cara.

“Foi um ano fora da curva, diante os aumentos vistos nos últimos anos. O início desta safra está sendo de cautela e de olho no clima e nos preços”, observou Rui Prado na manhã desta quarta-feira, 13 de dezembro, durante a realização de um balanço de 2016 e apontamento das perspectivas para 2017.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte:
Olhar Direto

0 comentário