Soja atua com estabilidade em Chicago nesta 6ª feira e contrato janeiro segue abaixo dos US$ 10

Publicado em 23/12/2016 07:22
554 exibições

Para encerrar a penúltima semana antes do final de 2016, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago operam com estabilidade na sessão desta sexta-feira (23). O mercado se ajusta após o intenso recuo do pregão anterior, que levou inclusive o janeiro/17 a perder o patamar dos US%$ 10,00 por bushel e que hoje, por volta das 7h55 (horário de Brasília), subia 0,75 ponto para US$ 9,95. O maio/17, referência para a safra do Brasil, valia US$ 10,14. 

A pressão maior, segundo acreditam analistas e consultores, vem ainda das boas perspectivas para a nova temporada da América do Sul, principalmente após a melhora do quadro climático na Argentina. Ao mesmo tempo, no entanto, a demanda que ainda é muito forte não deixa de dar sustentação à commodity. 

"O clima na Argentina e no Brasil está favorável na maior parte da região produtora, com previsão de mais chuvas para este final de semana e sem riscos iminentes até esse momento. A oferta global deverá ser bem grande", informou a nota da Benson Quinn Commodities, nesta sexta. 

Até que um novo fator venha à tona, o mercado internacional da oleaginosa deverá continuar atuando com essa volatilidade um pouco mais acentuada, típica de mercado climático, e acompanhando o desenvolvimento do ritmo das compras, especialmente chinesas. 

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja: Com foco na América do Sul, Chicago fecha com o dia com baixas de dois dígitos

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário