Solos de zonas produtoras não absorvem as fortes chuvas em Santa Fe, na Argentina

Publicado em 29/12/2016 10:18
262 exibições

Luis Contigiani, ministro da Produção da província de Santa Fe, na Argentina, advertiu hoje que nas zonas produtoras se deverá redefinir a política de plantio, uma vez que o solo da região não está absorvendo as fortes chuvas produzidas durante os últimos tempos.

"O problema está no solo e não em cima, uma chuva de 200mm não pode nos comprometer dessa forma", disse o ministro, ao refletir sobre as inundações que sofre a região.

"A Argentina tinha que ter quatro culturas. Senão, não fecha o ciclo. Isso quer dizer que o solo não está capacitado para absorver uma chuva de 200mm em dois dias", acrescentou.

Contigiani disse também que o balanço agronômico do solo mostra que ele é "muito pobre para absorver água" e que a "tendência ao monocultivo, o desflorestamento e a falta de desenvolvimento em locais urbanos nos convocam a fazer um projeto mais equilibrado de quatro cultivos, inclusive a pecuária".

Os estudos técnicos estão sendo realizados. Para 4 de janeiro, foi convocada a Comissão de Emergência Provincial para realizar fotos de satélite, junto aos informes do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) para ter uma dimensão da quantidade de superfícies inundadas e cultivos afetados.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
Infocampo.com.ar

0 comentário