Por seca e inundações, ainda falta plantar 40% da área prevista de soja e milho na Argentina

Publicado em 02/01/2017 14:00 529 exibições

Após o maior evento hídrico da campanha, registrado na última semana, que gerou inundações em campos e cidades do noroeste de Buenos Aires e no sul de Santa Fe, o potencial de seca se transformou, bruscamente, em um excesso de água. Com este panorama, os plantios estão freados e ainda restarão 40% das áreas de soja e milho a serem plantadas em 2017.

O dado foi divulgado pela Bolsa de Comércio de Rosário (BCR), que indicou que "há uma semana, os 250.000 hectares que faltavam ser plantados de soja de segunda etapa e de milho tardio eram devido à falta de umidade na superfície. Hoje, os plantios estão parados por conta dos excessos hídricos, destacou.

Algumas zonas, entretanto, esperam poder recomeçar os trabalhos neste final de semana. O noroeste de Buenos Aires e o sudeste de Córdoba, de acordo com a BCR, são as áreas mais atrasadas.

A chuva, entretanto, pode ter ajudado alguns lotes de milho que se encontravam perdendo folhas, com severos problemas de polinização.

Segundo a BCR, até o momento há 58% de área plantada com milho e 62% de área plantada com soja. O trigo, por sua vez, tinha 54% de sua área colhida em dezembro.

Com informações do Agrositio

Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário