Frete representa 25% do preço da soja de Mato Grosso, calcula Imea

Publicado em 12/06/2018 09:17 357 exibições

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária informou, nesta segunda-feira, que a resolução da ANTT (Agência Nacional Transportes Terrestes) baixando tabela de preços mínimos para o frete rodoviário trouxe preocupações para o mercado da sojicultora. “Isso porque o transporte, tanto da soja mato-grossense, quanto dos seus insumos detém importante peso na formação dos preços do grão e nos custos de produção,  visto que o Estado está distante dos portos”.

“No mês de maio a relação frete/soja, que avalia o quanto o preço do frete, atualmente trabalhado no mercado, “toma” sobre o preço do grão, representa 25,1%, enquanto que, para os preços do calcário e fertilizantes, a mesma relação representa 52,8% e 6,1%, respectivamente”, aponta os economistas do instituto.

Leia a notícia na íntegra no site do Só Notícias

Tags:
Fonte:
Só Notícias

0 comentário