Soja: Mercado recua em Chicago nesta 6ª começando a reagir aos últimos números do USDA

Publicado em 13/07/2018 09:27
2540 exibições

LOGO nalogo

Os preços da soja voltaram a recuar no pregão desta sexta-feira (13), começando a reagir aos últimos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) depois de fechar o pregão anterior com estabilidade e pequenos ganhos. 

Por volta de 9h (horário de Brasília), as posições mais negociadas recuavam pouco mais de 8 pontos, com o agosto/18 sendo cotado a US$ 8,25 por bushel. A exceção vinha com o julho/18, que subia 1,50 ponto, valendo US$ 8,31. 

O mercado sente a pressão de um significativo aumento da safra americana e de seus estoques finais, ao mesmo tempo em que cortou as exportações dos EUA na safra 2018/19 em 5 milhões de toneladas. 

Ao mesmo tempo, não se dissipa a pressão da guerra comercial entre chineses e americanos, sem um novo acordo no horizonte. 

"Parece que essa será uma disputa longa e que seguirá endurecendo as exportações americanas de soja para a China, mesmo a nação asiática ainda necessitando de alguma oferta americana até o final do ano", diz Phin Ziebell, agroeconomista do National Australia Bank.

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja: USDA surpreende, mas Chicago fecha estável nesta 5ª após já ter cenário precificado

 

 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário