Soja fecha 6ª feira em alta na Bolsa de Chicago ainda beneficiada pelos últimos números do USDA

Publicado em 12/10/2018 18:27
2902 exibições

LOGO nalogo

Os preços da soja fecharam o pregão desta sexta-feira (12) em alta na Bolsa de Chicago. Segundo explicaram analistas e consultores, o avanço, que dá continuidade aos ganhos do pregão anterior, ainda é reflexo dos últimos números trazidos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu reporte mensal de oferta e demanda. 

As cotações terminaram o dia subindo entre 9,25 e 9,50 pontos, com o novembro/18 sendo cotado a US$ 8,67 e o maio/19, referência para a safra do Brasil, a US$ 9,07 por bushel. Os futuros do farelo e do óleo de soja também subiram nesta sessão. 

O boletim do USDA mostrou números abaixo do esperado com uma redução da produção e da produtividade norte-americanas, além de uma correção ainda nas áreas plantada e colhida e os números ampliaram o espaço para duas boas altas consecutivas dos preços. 

O mercado internacional, além desses novos dados, se atenta também ao clima no Corn Belt, como explicam analistas e consultores internacionais. Além das chuvas intensas, as temperaturas estão 10 graus mais baixas do que o normal para esse período e também começam a preocupar. 

"As previsões para as principais regiões produtoras que passam pela colheita agora serão acompanhadas de perto pelos traders já que chuvas intensas e até mesmo neve seguem trazendo lentidão aos trabalhos de campo", explicam os analistas da Allendale, Inc. 

O que limitou as baixas do grão, porém, foram as baixas vendas semanais dos EUA, também informadas pelo USDA nesta sexta, de 439,7 mil toneladas. As expectativas do mercado variavam de 800 mil a 1,3 milhão de toneladas. 

Mercado Interno

Em decorrência do feriado do Dia de Nossa Senhora Aparecida no Brasil, neste 12 outubro, o mercado interno não funcionou e não conta com referências de preços nesta sexta-feira. 

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário