Paraguai: condições climáticas atrapalham conclusão do plantio de verão, mas produtividade deve ser boa

Publicado em 26/11/2018 12:55 123 exibições

Devido ao excesso de chuvas nos meses de setembro e outubro, o Paraguai sofre para terminar o plantio da primeira safra de verão. As chuvas em excesso também aumentam o custo de produção ao exigir um número maior de aplicações para combater a ferrugem asiática. As informações são da Expedição Safra.

Apesar do atraso, estima-se que o plantio está praticamente concluído. No ano passado, os trabalhos haviam terminado em outubro. Contudo, a expectativa de produtividade média é similar à da safra anterior, com potencial de produzir mais de 9 milhões de toneladas de soja e 4 milhões de toneladas de milho, segundo a Agrotec, empresa de fomento à produção e tecnologia agrícola no Paraguai. Segundo Sidnei Neuhaus, gerente de marketing da empresa, a expectativa é boa para uma safra com possível influência do El Niño.

Neuhaus aponta que a comercialização da soja mantém a tendência das últimas temporadas, com foco na exportação. O que deve mudar no próximo ano é o consumo interno de milho com a inauguração de uma nova planta de etanol no norte do Paraguai. Com isso, mais de um milhão de toneladas do grão devem ficar no país.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
La Nación Paraguai

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário