Argentina: por conta das chuvas, Bolsa de Rosário diminui estimativa para área de soja

Publicado em 15/01/2019 10:10
472 exibições

LOGO nalogo

Por conta das chuvas intensas, que colocaram um freio no plantio e replantio de soja em várias regiões da Argentina, hoje afetadas por excessos hídricos, a Bolsa de Comércio de Rosario (BCR) recortou em 300 mil hectares a sua estimativa para a área do cultivo a nível nacional.

A estimativa atualizada divulgada pela BCR dá conta de um plantio de 18,6 milhões de hectares.

Segundo a entidade, as chuvas colocaram 2,2 milhões de hectares plantados com soja em condições de regulares a ruins, dos quais 500 mil se apresentam muito comprometidos pelos excessos hídricos. Essa área representa 11,8% do total nacional e está localizada, principalmente, em Santiago del Estero, Chaco, Entre Ríos, norte e centro-sul de Santa Fe e centro de Buenos Aires.

Os produtores do norte da Argentina também não devem escapar dos problemas relacionados às chuvas, embora ainda não seja possível avaliar o dano da área, já que os volumes de água não dão trégua, como explicou a BCR.

Com informações do La Nación

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário