Datagro reduz safra de soja do Brasil para 113 mi t por seca

Publicado em 30/01/2019 18:23
446 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja do Brasil 2018/19 foi reduzida pela consultoria Datagro para 113 milhões de toneladas, uma queda de 10 milhões de toneladas na comparação com a previsão de dezembro, devido ao tempo quente e seco em importantes áreas produtoras, informou a empresa de análises nesta quarta-feira.

A Datagro explicou que a revisão ocorreu devido ao veranico observado entre dezembro e janeiro em áreas do Sul e centro do país.

A se confirmar o número da consultoria, a produção de soja do Brasil, maior exportador global, cairia mais de 5 por cento na comparação com o recorde da temporada anterior, de mais de 119 milhões de toneladas.

A estimativa indica uma situação pior do que apontada em pesquisa da Reuters com analistas, publicada em 23 de janeiro, que apontou uma safra brasileira de 117 milhões de toneladas. Naquela oportunidade, a Datagro estava revisando números e não participou do levantamento.

Outras consultorias também já falaram que o viés é de baixa para a safra.

Segundo dados da Datagro, produtores tinham colhido 12,5 por cento da safra de soja do país até a semana passada.

Em uma estimativa anterior à de dezembro, a Datagro chegou a prever uma safra recorde de 125 milhões de toneladas, diante de um cenário de clima favorável previamente e com uma área plantada em máxima histórica.

Para o milho, disse a Datagro, a perspectiva se mostra favorável no comparativo com a safra passada, mas também com reduções sobre a estimativa anterior.

Em 2018/19, a produção total de milho do Brasil deverá chegar a 93,649 milhões de toneladas, alta de 15 por cento sobre 2017/18, quando a seca atingiu as lavouras.

(Por Roberto Samora)

Tags:
Fonte: Reuters

Nenhum comentário