Argentina: por conta da seca, importações de soja triplicaram em 2018

Publicado em 11/02/2019 11:55
119 exibições

Por conta da seca ocorrida em 2017/18, que ocasionou a perda de 19 milhões de toneladas na safra de soja, a Argentina teve uma importação recorde de soja no ano passado, com 6,63 milhões de toneladas do grão. As empresas locais compraram mais soja no exterior para moer diante da queda da produção.

O dado foi revelado em um informe elaborado pela consultoria Zeni, que destaca que este número significa, além disso, que as importações triplicaram em relação a 2017. Com essa nível de compras, a Argentina foi o terceiro maior importador mundial, atrás da China e da União Europeia.

Segundo o boletim, realizado com dados oficiais, Paraguai, assim como em outros anos, aportou a maior parte da soja comprada pela Argentina. Em 2018, depois de 20 anos, os Estados Unidos também figuraram como abastecedores.

"Além da escassa produção doméstica, a guerra comercial entre China e Estados Unidos também foi crucial, já que favoreceu a entrada de grão de origem norte-americana, uma vez que os Estados Unidos tiveram de recorrer a novos mercados diante da ausência dos importadores chineses", explicou Eugenio Irazuegui, analista da Zeni, ao La Nación.


Tradução: Izadora Pimenta

Fonte La Nación

Nenhum comentário