Soja vê mercado ainda confuso sobre relação EUA x China e opera com cautela nesta 5ª na CBOT

Publicado em 14/02/2019 08:23 e atualizado em 14/02/2019 10:04
1216 exibições

LOGO nalogo

Os preços da soja negociados na Bolsa de Chicago continuam trabalhando com estabilidade nesta quinta-feira (14) ainda na espreita à espera de novidades que possam direcioná-los de forma mais clara. 

As informações sempre desencontradas e divergentes sobre as relações comerciais entre China e Estados Unidos são, segundo analistas e consultores, principal combustível para manter os traders ainda na defensiva. 

Assim, depois de fecharem o pregão anterior com perdas tímidas de pouco mais de 0,50 ponto, os futuros da commodity subiam entre 0,50 e 0,75 ponto nas posições mais negociadas. Por volta de 9h10 (horário de Brasília), o março tinha US$ 9,17 e o maio, US$ 9,31 por bushel. 

Nesta quinta-feira, a agência internacional de notícias Bloomberg informou que o presidente americano Donald Trump pretende estender o prazo para não subir as tarifas sobre as importações chinesas por mais 60 dias. O objetivo é dar mais tempo às negociações. 

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Preços da soja sobem no Brasil nesta 4ª com dólar e boa demanda; Chicago ainda de lado

E leia mais sobre as prentensões de Trump:

>> Trump considera prorrogar por mais 60 dias prazo para aumento de tarifas sobre a China, diz Bloomberg

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário