Incertezas sobre acordo comercial leva a soja a se desvalorizar em Chicago nessa terça-feira

Publicado em 05/03/2019 10:49 e atualizado em 05/03/2019 17:42
379 exibições

LOGO nalogo

Os preços futuros da soja registram quedas na Bolsa de Chicago (CBOT) nessa terça-feira (05). As principais cotações apresentam desvalorizações entre 2,75 e 3,75 pontos negativos por volta das 10h29 (horário de Brasília). O vencimento março/19 era cotado a US$ 8,99, o maio/19 valia US$ 9,13 e o julho/19 era negociado por US$ 9,27.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, a soja postou perdas modestas durante a noite depois que uma tentativa de subir de nível falhou. Os futuros de maio foram parados pela média móvel dos últimos 200 dias.

Os comerciantes mais uma vez enfraqueceram a recuperação do comércio na China, apesar de os fundos continuarem a ter uma aposta líquida de baixa. A China foi o principal destino da soja na semana passada, com 12,4 milhões de bushels (337.472 toneladas) inspecionados. Mas isso representou apenas 40% dos 31 milhões de bushels (843.680 toneladas) do total de inspeções. A China é responsável por 14% das inspeções até o momento, que são um terço abaixo das verificadas durante a campanha de 2017.

O site Barchart destaca também que as perspectivas de que um acordo comercial entre China e Estados deve sair nos próximos dias continuam dominando as conversas dos integrantes do mercado.

De acordo com a consultoria americana Allendale Inc, a China diz que está cautelosamente otimista em relação a um acordo comercial com os Estados Unidos, mas está preparada para retaliar se os EUA retornarem às tarifas após a reunião entre os presidentes das duas nações, esperada para este mês.

"A natureza da relação econômica e comercial China-EUA é mutuamente benéfica. Por isso, espero que ambos os lados aproveitem as oportunidades para continuar as consultas para um acordo mutuamente vitorioso", disse Zhang Yesui, porta-voz e ex-vice-ministro das Relações Exteriores.

Confira como fechou o mercado na última segunda-feira:

>> Soja fecha em campo positivo na CBOT, mas ameniza avanço com relações EUAxChina fragilizadas

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário