Argentina: rotações e aporte de tecnologia trouxeram bons resultados para soja e milho da Zona Núcleo

Publicado em 29/03/2019 10:01
66 exibições

LOGO nalogo

A Bolsa de Comércio de Rosario (BCR), em seu Guia Estratégico para o Agronegócio (GEA), trouxe um panorama a respeito da safra de soja e milho da Zona Núcleo na Argentina, no qual aponta que o resultado das rotações de culturas e do aporte de tecnologia começa a se manifestar no que vem sendo colhido até o momento.

Isso porque, com 10% da soja colhida e 70% do milho colhido, a região começa a observar bons números de rendimento, que estão cumprindo com as expectativas locais em geral. Para a próxima safra, os produtores já pensam em investir mais pesado na fertilização e nos controles para aumentar ainda mais esses rendimentos obtidos.

Com uma semana de baixas temperaturas, também aumentou o temor por novas geadas, já que as temperaturas mínimas estiveram entre 6°C e 8°C. No milho tardio e de segunda etapa, o medo é de que o grão não chegue ao enchimento antes das geadas - já que, caso isso ocorra, poderia gerar um desastre.

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário