USDA: Boletim mostra apenas 7% da soja em formação de vagens, contra 41% de 2018

Publicado em 22/07/2019 17:15 e atualizado em 22/07/2019 18:04
2363 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), em seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras divulgado nesta segunda-feira (22), mostrou que o índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições ficou em 54%, o mesmo da semana anterior, como muitos previam no mercado. São 34% dos campos em condições regulares e 12% em situação ruim ou muito ruim, também números sem alterações. 

Por outro lado, o USDA reduziu o índice do milho de 58% para 57% em uma semana. Parte do mercado apostava nessa ligeira baixa, enquanto outros analistas acreditavam que o boletim poderia trazer o número em 59%. Assim, 30% das plantações estão regulares e 13% em condições ruins ou muito ruins, contra 12% da semana anterior. 

O relatório mostrou ainda que 7% das lavouras de soja já estão formando vagem, número bem menor do que o do ano passado, quando eram 41%, e também abaixo dos 28% de média para as últimas cinco safras. Em estágio de florescimento estão 40% das plantações, contra 22% da semana anterior, 76% de 2018 e 66% de média plurianual. 

Ainda sobre o milho, o índice de lavouras em fase de embonecamento passou de 17% para 35% na semana, de acordo os números do USDA. Há um ano, esse número era de 78% e a média das últimas cinco safras é de 66%. 

CLIMA NOS EUA

Após uma severa onda de calor que vinha preocupando produtores norte-americanos em diversas partes do país, as condições para os próximos dias parecem ser mais favoráveis no Corn Belt, de acordo com as previsões atualizadas durante este final de semana. 

Segundo as informações do NOAA, o serviço oficial de clima do governo dos EUA, as temperaturas poderão ficar ligeiramente acima da média na próxima semana. "Mas o calor não parece ser ameaçador em muitos pontos e, algumas áreas poderão ficar mais secas", explica o analista sênior do portal Farm Futures, Bryce Knorr. 

Ainda acordo com a instituição, as chuvas ainda se concentram mais no leste dos EUA, principalmente nos estados da costa do país, como mostra o mapa a seguir com a previsão para 22 a 19 de julho. No centro do cinturão e mais a Oeste, os volumes esperados para o período são bem mais limitados. 

Em sua seção "Feedback From The Field", no Farm Futures, ou "feedback do campo", o analista sênior de mercado Bryce Knorr afirma que os produtores norte-americanos vêm relatando problemas no campo e registrando condições de deterioração de suas lavouras tanto de soja, quanto de milho, em função do calor extremo. 

Leia mais:

>> Corn Belt deve ter condições mais favoráveis de clima nos próximos dias; grãos recuam

Tags:
Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário