Soja tem leves baixas em Chicago nesta 3ª e traders esperam direção para se posicionar

Publicado em 05/11/2019 07:34 e atualizado em 05/11/2019 14:05
1178 exibições

LOGO nalogo

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago operam com leves baixas nesta manhã de terça-feira (5). O mercado devolve parte do tímido avanço da sessão anterior e, por volta de 7h15 (horário de Brasília), as cotações cediam entre 0,50 e 0,75 ponto nos principais contratos. 

Assim, o vencimento março/20 tinha US$ 9,50 e o maio, US$ 9,62 por bushel. 

Os traders ainda aguardam notícias e definições, principalmente sobre a guerra comercial e os próximos movimentos tanto dos EUA, quanto da China. E as especulações agora são crescentes em torno do local onde acontecerá a assinatura da fase um do acordo firmado entre os dois países em outubro. 

Depois do cancelamento do evento em que se reuniriam Xi Jinping e Donald Trump no Chile, ambas as equipes estão em contato para definir um novo local. 

Além disso, o mercado ainda recebeu no final da tarde de ontem, após seu fechamento, a informação de que a colheita norte-americana foi concluída em 75% até o último domingo (3), praticamente em linha com a expectativa do mercado de 77%. Ainda assim, há algum atraso em relação a 2018 ano passado, quando eram 81%, e frente à média dos últimos cinco anos de 87%. 

"Os mesmos fatores das últimas semanas continua prevalecendo, com fundos e especuladores esperando o momento certo para pular em nova tendência", diz o consultor da AgroCulte e da Cerealpar, Steve Cachia.

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Soja: Momento não é de novas vendas e melhores oportunidades devem surgir 

Tags:
Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário