Soja caminha de lado na Bolsa de Chicago nesta 4ª feira à espera do novo USDA

Publicado em 06/11/2019 08:04 e atualizado em 06/11/2019 10:15
1324 exibições
Mercado atento ainda aos movimentos de China e EUA

LOGO nalogo

O mercado da soja segue caminhando de lado nesta quarta-feira (6), na Bolsa de Chicago, e ajustam suas posições à espera do novo boletim mensal de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz nesta sexta-feira, 8. 

Assim, por volta de 7h50 (horário de Brasília), os principais contratos perdiam 0,25 ponto, mantendo sua estabilidade e o vencimento março/20 sendo cotado a US$ 9,47, enquanto o maio tinha US$ 9,58. 

Além da espera pelos números do USDA, mercado também se mantém na defensiva à espera das notícias sobre a guerra comercial e as definições para a assinatura da fase um do acordo. 

"A nítida postura de cautela dos traders e reflexo da pressão sazonal da colheita nos EUA e da fragilidade de um possível acordo comercial EUA/China. Enquanto não há confirmação de compras concretas de soja americanas pela China o mercado não consegue se animar", diz Steve Cachia, consultor da AgroCulte e da Cerealpar. 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

>> Soja: Produtor brasileiro se foca no plantio e reduz negócios à espera de definições em Chicago

 

Tags:
Por: Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário