Soja: valores em queda em Chigaco; tensão entre EUA e China pressionam cotações

Publicado em 01/05/2020 16:52 e atualizado em 02/05/2020 13:21 1235 exibições

LOGO nalogo

Os contratos do mercado de soja fecharam com recuos nesta sexta-feira (1) na bolsa de Chicago. O dia encerrou com o contrato de maio/20 valendo US$ 8,46/ bushel, com recuo de 4 pontos, julho com queda de 6,25 pontos, com preço de US$ 8,49/bushel, contrato de agosto fechando em US$ 8,49/bushel, baixa de 6 pontos, e o de novembro caindo 4,25 pontos, encerrando em US$ 8,53/bushel. 

Declarações do presidente Donald Trump a respeito de tarifas retaliatórias contra a China, após o arrefecimento das compras pelo país asiático, ajudaram a pressionar as cotações. Mas as boas informações sobre a demanda ajudaram no suporte às cotações. 

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou, nesta sexta-feira, a venda de 264 mil toneladas dee soja para a China, sendo 132 mil toneladas safra 2019/20 e 132 mil toneladas da 2020/21. 

Segundo análise do site FarmFutures, os baixos preços futuros incentivaram as compras chinesas que provocaram uma recuperação do mercado, mas as novas vendas ainda são leves, e os agricultores continuam preocupados com o plantio da nova safra nos EUA diante de condições favoráveis de clima.

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário