Soja opera estável em Chicago nesta 3ª após duas sessões consecutivas de altas

Publicado em 19/05/2020 07:40 e atualizado em 19/05/2020 08:15 928 exibições

LOGO nalogo

O mercado da soja opera com estabilidade nesta manhã de terça-feira (19) na Bolsa de Chicago. À espera de notícias fortes, permanece a lateralização das cotações, sem uma tendência ainda bem definida para a oleaginosa no cenário internacional. 

Enquanto os traders observam o avanço do plantio da safra 2020/21, favorecido pelas condições climáticas, se atentam ainda à demanda pela soja norte-americana, principalmente por parte da China. 

"O mercado de grãos na CBOT recua depois de dois dias de ganhos. As baixas, porém, são limitadas pela perspectiva de melhor demanda chinesa, e as altas pela semeadura norte-americana. Os traders continuarão a acompanhar os mapas climáticos para o plantio americano", dizem os analistas da consultoria internacional Allendale, Inc. 

De acordo com o boletim semanal de acompanhamento de safras do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), o plantio da soja foi concluído em 53% da área, também dentro do intervalo esperado pelos traders, de 50% a 63%. O número da semana anterior era de 38%, do ano passado de 16% e a média plurianual é de 38%. 

O boletim traz a informação ainda de que 18% dos campos da oleaginosa já germinaram, contra a média de 12% dos últimos anos, 7% da semana anterior e 4% do ano passado, nessa mesma época.

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Complexo soja exporta o equivalente a 50 mi/t ou 42% da safra até o mês de abril e bate novo recorde

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário