Soja caminha sem força na Bolsa de Chicago nesta 6ª feira diante da falta de notícias

Publicado em 26/06/2020 08:09 e atualizado em 26/06/2020 08:52 809 exibições

LOGO nalogo

O mercado da soja na Bolsa de Chicago segue apático nesta sexta-feira (26), assim como se comportou durante toda semana. As duas primeiras posições entre as mais negociadas, por volta de 8h25 (horário de Brasília), operavam sem variação, com o julho valendo US$ 8,69 e o agosto, US$ 8,66 por bushel. 

Faltam notícias para os traders. O mercado já conhece os fundamentos - que são positivos - porém, o momento atual traz uma série de incertezas, principalmente ao se observar a recuperação da economia global, e impede uma direção mais definida das cotações. 

E a volatilidade não se limita apenas à soja, mas se estende a todas as commodities e demais ativos. O petróleo, por exemplo, cedia mais de 6% na quarta-feira (24), fechou com alta de 2% ontem e hoje opera com leves ganhos de pouco mais de 0,30% na Bolsa de Nova York, com o barril do WTI sendo cotado a US$ 38,81 por bushel. 

"Coronavírus, gafanhotos e recessão global. Semana dominada por estes assuntos chegando ao fim. Vimos o dólar voltar a subir diante das incertezas e pessimismo generalizado. No entanto, a soja segue resistindo à pressão baixista e cai pouco", explica Steve Cachia, consultor de mercado da Cerealpar.

Veja como fechou o mercado nesta quinta-feira:

>> Soja em Chicago: "Fundamentos são positivos, mas momento é ruim", diz Vlamir Brandalizze 

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário