Soja realiza lucros na Bolsa de Chicago nesta 3ª feira após boas altas da sessão anterior

Publicado em 07/07/2020 08:12 e atualizado em 07/07/2020 12:17 1219 exibições

LOGO nalogo

A terça-feira (7) é de realização de lucros para os preços da soja na Bolsa de Chicago depois das boas altas de ontem. Perto de 7h50 (horário de Brasília), as cotações recuavam entre 2,75 e 4,75 pontos, com o julho valendo US$ 8,95 e o novembro, US$ 9,01 por bushel. 

O mercado internacional chegou a testar algumas novas altas neste pregão ainda de olho nas condições climáticas dos EUA, que preocupam em algumas regiões. 

"A safra norte-americana está saudável até o momento, entretanto, há  incertezas para o futuro próximo. A atenção é totalmente focada nas leituras para estas próximas 3 semanas, quando a maioria das culturas em campo no Cinturão Agrícola entrarão em período reprodutivo", explica a consultoria ARC Mercosul.

No final da tarde de ontem, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) trouxe seu novo boletim semanal de acompanhamento de safras mantendo o índice de lavouras de soja em boas e excelentes condições em 71%. Assim, permaneceram ainda os índices de campos em condições regulares em 24% e em situção ruim ou muito ruim, 5%. 

O relatório mostra também que 2% das lavouras da oleaginos já estão em fase de formação de vagens, contra 1% do mesmo período do ano passado e 4% de média dos últimos cinco anos.  

Ao lado do clima, monitoramento da demanda - princnipalmente, é claro, da China nos EUA - e do comportamento de comercialização do produtor norte-americano. 

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

>> Soja: para disputar com as indústrias, exportadores teriam que pagar preços acima de R$120,00/saca nos portos

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário