Soja testa novas altas tímidas em Chicago nesta 5ª e monitora relações China x EUA

Publicado em 23/07/2020 08:29 549 exibições

LOGO nalogo

Os preços da soja continuam subindo na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (23), mas registrando altas bem tímidas. Perto de 8h10 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 2 e 2,75 pontos, com o agosto sendo cotado a US$ 9,02 e o novembro, importante referência para a safra nova dos EUA, a US$ 8,97 por bushel. 

O mercado futuro norte-americano da soja segue encontrando suporte na melhor demanda da China sendo observada nas últimas semanas, porém, volta a ser limitado por uma escalada nas tensões entre chineses e americanos. O movimento traz alguma incerteza sobre a continuidade das compras, mesmo diante da crescente necessidade da nação asiática e da pouca oferta no Brasil. 

Assim, a quinta-feira segue na espera de novas notícias sobre as relações entre Pequim e Washington, bem como por anúncios de novas vendas e também o relatório semanal de vendas para exportação a ser trazido pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

No paralelo, atenção ainda à comercialização da oleaginosa no Brasil e ao clima no Corn Belt, que se mantém no radar dos traders, mas sem tanta força diante das boas condições para o desenvolvimento das lavouras norte-amricanas. 

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Cenários para os preços da soja em 2021 no Brasil dão indicações de que será mais um ano de boa rentabilidade para o produtor

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário