Soja sobe mais de 10 pts em Chicago nesta 3ª com estoques apertados nas principais origens

Publicado em 17/11/2020 07:47 e atualizado em 17/11/2020 12:01 2806 exibições

LOGO nalogo

Mantendo sua forte tendência de alta na Bolsa de Chicago, os futuros da oleaginosa sobem mais de 1% na manhã desta terã-feira (17) e renovam suas máximas em quatro anos. As cotações registram seu terceiro avanço consecutivo diante dos ajustados estoques nos principais exportadores globais e da demanda muito intensa, segundo explicam analistas internacionais. 

Assim, perto de 7h30 (horário de Brasília), os preços subiam entre 11,25 e 15 pontos nos principais contratos, com o janeiro/21 sendo cotado a US$ 11,68 e o março/21, US$ 11,69 por bushel. 

"A situação dos estoques americanos é muito apertada em função das compras fortes da China e os EUA podem acabar tendo que importar soja do Brasil no ano que vem, assim como o Brasil etsá comprando soja dos EUA agora", diz um analista à Reuters Internacional. 

Nos EUA, não só as exportações estão fortes, como o consumo interno também está, o que deverá levar o país a, assim como no Brasil, passar por uma disputa acirrada entre exportadores e indústria processadora doméstica. 

Além da demanda muito forte, a ameaça à nova safra da América do Sul se combina com os demais fundamentos positivos e ajuda a manter o mercado firme e sustentado. 

Veja como fechou o mercado nesta segunda-feira:

+ Soja: Assim como no BR, EUA devem vivenciar disputa acirrada entre exportações e demanda interna

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário