Soja inicia semana com estabilidade na Bolsa de Chicago nesta 2ª de olho no clima e fundos

Publicado em 17/05/2021 07:22 e atualizado em 17/05/2021 07:58 3575 exibições

LOGO nalogo

Com estabilidade inicia a semana para o mercado da soja na Bolsa de Chicago. Os futuros da oleaginosa nesta manhã de segunda-feira (17), por volta de 7h25 (horário de Brasília), subiam 4 pontos no contrato julho/21, cotado a US$ 15,90, e os demais recuavam pouco mais de 2 pontos, levando o novembro a US$ 13,96 por bushel. 

O mercado acompanha seus fundamentos depois da última semana agitada e volátil, com muitas novas informações, e mantém seu foco sobre o clima nos EUA e a disputa por área no país. 

Segundo informações do Grupo Labhoro, o final de semana foi de chuvas abaixo das expectativas para o Corn Belt, o que permitiu um avanço ainda mais forte dos trabalhos de plantio em importantes regiões produtoras. Os dados atualizados serão divulgados às 17h (Brasília) de hoje pelo USDA (Departamento de Agricultura do Estados Unidos). 

"As previsões para os próximos 10 dias indicam chuvas abaixo do normal para parte do Leste do Corn Belt,  e também Michigan, Wisconsin, e  as Dakotas. Em compensação muita chuva prevista para Oklahoma e Texas", explica Ginaldo Sousa, diretor do Grupo Labhoro.

Mais do que isso, o movimento técnico também precisa ser acompanhado, uma vez que há ainda uma enorme posição dos fundos ainda comprados no mercado de grãos. 

"A correção efetuada pelo mercado semana passada onde caiu por três dias consecutivos no milho, mostra que tecnicamente ainda há espaço para cair e que alguma correção poderá ocorrer. Entretanto, alguns  analistas observam que os preços domésticos americanos  estão tão elevados, tanto no basis, como no mercado cash (disponível), que uma reação em CBOT não será surpresa", afirma Sousa. "Os baixos estoques e o clima podem dar suporte aos preços".

Veja como fechou o mercado na última semana: 

+ Soja: Semana volátil e nervosa não tira sustentação dos mercados em Chicago e no Brasil

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário