Polícia Civil desarticula quadrilha de desvio de grãos de soja em Sapezal

Publicado em 15/03/2010 14:42 1006 exibições
Parte de uma quadrilha especializada em furto de grãos de soja foi desarticulada neste fim de semana, pela Polícia Judiciária Civil, em Sapezal (480 km a Noroeste).

Duas pessoas foram presas e outros envolvidos no esquema são investigados.
No sábado (13.03), policiais da Delegacia Municipal de Sapezal, sob o comando da delegada Cinthia Gomes da Rocha Cupido, prenderam o motorista Almir Jacó Buzanello, 45, e seu sobrinho Leandro Buzanello, 26, chefe do esquema de desvio de carretas de grãos, na região.
A prisão do motorista foi efetuada no momento que ele saia com uma carreta Iveco, Bitrem, carregada com 36 toneladas de soja, de uma fazenda, a 55 quilômetros do município. A carga está avaliada em R$ 36 mil e seria levada para Lucas do Rio Verde e entregue a um comprador.
O articulado do esquema, Leandro Buzanello, tem residência em Lucas do Rio Verde, mas foi preso numa fazenda em Sapezal, onde estava escondido. No carro do suspeito, a Polícia Civil apreendeu R$ 11,4 mil, que seriam utilizados para pagar propinas a outros funcionários na liberação de uma carreta que sairia no domingo (14).
Conforme as investigações, o desvio de grãos funciona geralmente com ajuda de funcionários das fazendas de plantações de soja, que ganham para não lançar a saída da carga e nem emitir nota fiscal. Neste caso, foi o balanceiro da fazenda que denunciou à polícia, após receber a oferta de R$ 5 mil para participar do esquema. Ele não aceitou entrar no esquema e ajudou a polícia prender o motorista em flagrante. O dinheiro também foi apreendido.
A delegada Cinthia Gomes, informou que o esquema é investigado já algum tempo na região e que a polícia não descarta a participação de outras pessoas envolvidas no desvio de cargas de grãos. “A polícia tem informações que o mesmo grupo retirou cargas de outros municípios. Eles pegam duas pessoas que é o balanceiro e classificador”, disse.
Na delegacia foi instaurado um inquérito policial para apurar crimes de formação de quadrilha e furto.

Tags:
Fonte:
Expresso MT

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário