China deve ter alta de 7,3% nas importações de soja

Publicado em 15/04/2010 09:27 e atualizado em 15/04/2010 11:54 1184 exibições
A China, maior comprador de soja do mundo, deve importar um recorde de 44 milhões de toneladas da oleaginosa em 2009/2010, uma alta de 7,3% contra a temporada anterior, de acordo com previsões do Centro Nacional de Informação de Grãos e Óleos (CNGOIC) do país. As plantas chinesas devem também processar um recorde de 47,5 milhões de toneladas de soja, incluindo a safra doméstica, acrescentou o instituto do governo.

A restrição de Pequim sobre as importações de óleo de soja da Argentina ajudou a elevar a estimativa para aquisições da oleaginosa em 2 milhões de toneladas e pode estimular importações de óleo de colza, previu e entidade em relatório nessa quarta-feira.

O centro revisou para baixo as projeções para importação de óleo de soja no ano até setembro de 2010 para 1,8 milhão de toneladas, 500 mil toneladas abaixo da previsão anterior. Já o prognóstico para as importações de óleo foi revisado para cima em 50 mil toneladas, para 450 mil no ano.

Pente Fino

Para evitar surpresas durante visita do presidente da China Hu Jintao ao Brasil, o governo reviu nos últimos dias os processos de inspeção nas cargas de soja exportadas para o mercado chinês. O pente-fino mostrou que os critérios exigidos por Pequim estão sendo cumpridos e que não há problemas nas cargas embarcadas. "O clima das relações comerciais entre Brasil e China é bom. E queremos que continue assim", disse um exportador.

Tags:
Fonte:
DCI

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário