Dia de grande volatilidade no mercado da soja

Publicado em 12/07/2010 18:05 e atualizado em 12/07/2010 19:29 549 exibições
As preocupações com a demanda firme e incerteza quanto as produtividades finais das lavouras norte americanas com um longo período de risco climático a frente seguem sustentando os futuros especialmente os vencimentos mais curtos. Na prática o movimento de hoje foi bastante positivo considerando as expectativas do mercado de que após os ganhos significativos registrados na semana passada, o início desta semana seria de realizações de lucro em meio a condições mais favoráveis as lavouras. A movimentação negativa dos mercados externos, com commodities energéticas/metálicas em queda e dólar em alta permitiu a confirmação deste movimento nos vencimentos mais longos. Mas não foi suficiente para pressionar o vencimento agosto em meio a prêmios firmes no golfo e expectativas de que os estoques projetados pelo USDA não confirmem a realidade do mercado norte americano. 

Ainda nos EUA, as inspeções semanais de exportação na última semana atingiram 6,515 mi/bushels ante 3,011 na semana passada e 11,209 no mesmo período de 2009.  No Brasil, a receita com exportações na segunda semana de julho atingiu U$ 106,86 mi. A média mensal de julho supera em 16,2% junho e 19% o registrado no mesmo período de 2009. Em junho, a China importou 6,2 mi/t (recorde mensal) com alta de 42% ante maio e 32% ante junho/09. No semestre as importações cresceram 17%. 

Tendência- tecnicamente, o mercado de soja tem espaço para uma realização no curto prazo, especialmente em meio a condições climáticas atuais nos EUA. De qualquer forma, até que o mercado não tenha uma percepção mais clara quanto ao potencial produtivo final das lavouras norte-americanas, a pressão de venda tende a ficar limitado devido a demanda robusta.

Tags:
Fonte:
XP Investimentos

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário