Agricultores estão otimistas com a valorização da soja no Paraná

Publicado em 26/11/2010 06:35 407 exibições
Os agricultores estão otimistas com a valorização da soja no Paraná. A saca da soja foi vendida no estado a R$ 44,20, o que representa um aumento de 8,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse é um bom momento também para os produtores que têm grãos estocados.

A soja está novinha, mas já enche os olhos dos agricultores. São os preços que têm despertado alegria de quem vê as plantas se desenvolvendo bem nas lavouras do oeste do Paraná.

Já da safra passada, ainda resta pouca coisa estocada nos armazéns. Por isso, quem guardou comemora. Tem até quem se dê ao luxo de esperar mais um pouquinho.

Esse é o caso do agricultor Marinho Sossela. Ele mantém seis mil sacas nos armazéns da fazenda. São 10% da soja que colheu. No ano passado, nessa mesma época, já havia comercializado tudo. Com os grãos que vendeu, conseguiu uma média de R$ 44 por saca. Mas tem esperança de conseguir um preço ainda maior.

“Eu acho que vai ser o pico mais ou menos no final de janeiro e início de janeiro. Hoje, ele já está batendo os patamares que estava há 15 dias. Na semana passada, recuou bastante. Hoje, já retomou muito favorável. Já está batendo a casa de US$ 13 por buchel. Então, é uma coisa muito boa. Pena que todo mundo tem só um pouco e muita gente já vendeu”, disse Sossela.

A soja atingiu o maior preço dos últimos dois anos no início deste mês na Bolsa de Chicago. Chegou a US$ 13,40 o bushel. Na última semana teve uma queda, motivada principalmente pelo aperto monetário na China, mas continua acima dos US$ 12. De acordo com o analista de mercado Camilo Motter, a tendência é de que a soja continue em alta.

“A demanda, tirando essa dúvida chinesa, segue forte; a dúvida sobre o clima na América do Sul, num ano de La Ninã; e um terceiro ponto que a gente pode considerar é que o produtor americano para a próxima safra, apesar de um preço bom, está se posicionando mais para o plantio do milho”, esclareceu Motter.

De acordo com a Secretaria da Agricultura do Paraná, noventa por cento da safra já foi comercializada. Na cooperativa de Cascavel, seis milhões de sacas continuam no estoque.

“O estoque armazenado representa em torno de 20% a 25% de toda a safra recebida no ano de 2010. Os produtores estão aguardando o melhor preço. Nesse ano, o preço da soja está superior aos anos de 2008 e 2009. Nós temos uma demanda mundial um pouco melhor para a soja. Nós temos países produtores com problemas climáticos e com isso estão produzindo menos soja. Nós também temos na entrada de fundos de investimentos na Bolsa que valorizaram o preço da soja. Estes países que estão em crise realmente vão ter uma demanda menor. Mas, no contexto geral, há uma demanda maior de soja no mundo todo. Então, o momento é bom. Os preços continuarão firmes principalmente nos próximos meses”, explicou Dilvo Grolli, presidente da Coopavel, cooperativa de Cascavel.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário