Com demanda aquecida e recuo do dólar, grãos explodem em Chicago

Publicado em 01/12/2010 11:22 e atualizado em 01/12/2010 13:58 906 exibições
A soja, o milho e o trigo iniciaram explosivos a sessão diurna desta quarta-feira na Bolsa de Chicago. O trigo já chegou a registrar mais de 40 pontos de alta, o milho mais de 14 e a soja mais de 30.

De acordo com alguns analistas, os fatores de sustentação dos preços são a desvalorização do dólar, a demanda e mais uma alta no petróleo. Além disso, para a soja, o rally de preços no mercado chinês deverá contribuir para o avanço das cotações.

Segundo Brian Hoops, presidente da corretora Midwest Market Solutions, "os ganhos na China são sinais de que a economia chinesa permanece fortee para manter a compra substancial". Paralelamente, o clima na América do Sul marcado pelas secas promovidas pelo La Niña, também contribui para a alta.

O trigo toma impulso nas preocupações com o clima nos Estados Unidos - seco - e na Austrália - extremamente chuvoso - com ambos podendo prejudicar as lavouras, comprometendo a oferta global.

Já o milho pega carona e os preços estão subindo em Chicago na esteira do trigo. De acordo com analistas, os dois mercados estão conectados por serem usados na fabricação de ração.

O clima seco na Argentina, a desvalorização do dólar e mais problemas com a oferta também contribuem.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Maude Aparecida Gonçalves Galvanin Goioere - PR

    se a soja para vencimento em janeiro na CBOT fechou com quase 15 pontos de alta qual seria a previsao para o valor da soja para o produtor que hoje na nossa regiao em cascavel está cotado em R$ 44,50 a saca

    0